Weby shortcut
 marcha da luta antimanicomial

CAPS e Regional Catalão realizarão Marcha da Luta Antimanicomial

Por Welliton Alves. Criada em 09/05/18 10:17. Atualizada em 09/05/18 12:11.

18 de Maio marca o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. Marcha acontecerá no próximo dia 16 de maio, em Catalão. Saiba mais!

Texto: Cárita V. Aires Faria 
          Keila Marine Pedrosa dos Santos

O dia 18 de Maio marca o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, um movimento que surgiu em 1987 no II Congresso de Trabalhadores da Saúde Mental realizado na cidade de Bauru-SP, com o lema “Por uma sociedade sem manicômios”. Na oportunidade, o objetivo era denunciar abusos e violações dos direitos humanos sofridos pelos usuários da saúde mental dentro destas instituições, bem como lutar pela redução progressiva dos hospitais psiquiátricos e propor a instalação de serviços substitutivos integrados à rede de atenção psicossocial, como por exemplo os CAPS (Centro de Atenção Psicossocial).

Desde então, o movimento Nacional de Luta Antimanicomial caminha lutando por mudanças significativas no cenário da Atenção à Saúde Mental, tendo como foco principal questionar as ações de estigma e exclusão vivenciados por sujeitos com transtornos mentais em suas relações sociais e culturais.

Histórico

No contexto estadual é relevante destacar que o município de Catalão-GO foi pioneiro na implantação de dispositivos substitutivos em Saúde Mental. O CAPS José Evangelista da Rocha foi fundado em setembro de 2002. O Projeto foi idealizado pela coordenadora Silvana Mesquita (In memória), juntamente com uma equipe multiprofissional composta por psicólogos, psiquiatras, assistente social, enfermeiro, entre outros. Atualmente o serviço atende mensalmente cerca de 1100 usuários, ofertando acompanhamentos psicológicos, psiquiátricos, assistência de enfermagem, atendimento com Terapeutas Ocupacionais, Assistente Social e o fornecimento de medicamentos psiquiátricos de alto custo, preconizando assim, o cuidado integral e a reinserção social do sujeito em sofrimento psíquico, bem como, de seus familiares.

 

Marcha da Luta Antimanicomial.

Marcha da Luta Antimanicomial realizada em 2013.

 

Outra conquista importante para o município, foi a recente instalação do CAPS AD, Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, um serviço que atende exclusivamente essa demanda, e desempenha um importante papel de ordenar a rede de atendimento aos usuários em seu território de atuação, estimulando a articulação entre os dispositivos comunitários, sociais e de saúde, para permitir a atenção integral e inclusão social dos usuários e seus acompanhantes.

Embora nas últimas décadas o movimento da luta antimanicomial tenha alcançado avanços significativos no combate às lógicas de exclusão, e na promoção do cuidado inclusivo e integral do sujeito, vivemos atualmente sérias ameaças de retrocesso. O Governo Federal anunciou no final de 2017, a revisão da Política Nacional de Saúde Mental, que tem como pressuposto o aumento de leitos em hospitais psiquiátricos, trazendo de volta a institucionalização, e consequentemente, a diminuição do investimento em dispositivos substitutivos (CAPS e Residências Terapêuticas). A  situação se agrava ainda mais quando propõe como tratamento aos usuários de álcool e outras drogas, a internação em comunidades terapêuticas, sendo estas, norteadas pela lógica manicomial, e sem um corpo clínico especializado. 

Diante desse cenário é urgente a necessidade de reafirmar-se o compromisso com a luta Antimanicomial e com os direitos conquistados, defender o atendimento pautado pela lógica da integralidade e combater veementemente o retorno ao modelo manicomial de segregação do sujeito mentalmente adoecido.

Evento

Assim, os CAPS da cidade de Catalão, em parceira com a Regional Catalão/UFG/UFCAT, convidam a toda comunidade para comemorar as conquistas alcançadas nesses quase 20 anos de luta local, e firmar o compromisso com uma política de saúde mental que contemple a integralidade do sujeito e proponha um cuidado humanizado e voltado para inserção social.

A Marcha da Luta Antimanicomial acontecerá no dia 16 de maio, a partir das 07h30min (concentração), tendo como ponto de encontro a Biblioteca Digital da cidade, localizada na Avenida Farid Miguel Safatle, e partindo em caminhada pelo seguinte trajeto: saída da Av. Farid Miguel Safatle seguindo em direção à Av. José Marcelino e entrando na Av. 20 de Agosto, seguindo até a Praça Getúlio Vargas, onde acontecerá um Sarau Cultural.

 

Marcha da Luta Antimanicomial.

Público presente durante a Marcha da Luta Antimanicomial

 

Fonte : ASCOm - RC/UFG/UFCAT

Categorias : Notícias Marcha Antimanicomial saúde mental Regional Catalão ufg Ufcat

Listar Todas Voltar